Páginas

segunda-feira, abril 12, 2010

AS MELHORES COMÉDIAS ROMÂNTICAS

Este nosso espaço é quase um repositório de todos os amores, de namoros mortais e inconsequentes e de paixões bandidas, fugidias e arrebatadoras. Mas a melhor lição da vida é não se levar tão a sério e, neste aspecto, o cinema de Hollywood, com suas comédias românticas, tem especial talendo de nos trazer (paradoxalmente) à realidade.

Valendo de uma seleção prévia do Terra, posso dizer que "a conquista de um final feliz, pode se tornar um calvário - hilário, na preferência hollywoodiana". Pois o que você verá abaixo é uma relação dos mais lindos finais das mais "suspirantes" comédias românticas do cinema americano. Confira.

10 Coisas Que Odeio Em Você (1999) - Na adaptação da obra Megera Domada, de Wiliam Shakespeare, Patrick Verona (Heath Ledger) dobra com muito charme, inteligência e humor a rabugenta Kat Stratford (Julia Stiles). A princípio ele o faz por dinheiro (ele aposta que consegue), mas acaba se apaixonando por ela.

Alguém Tem Que Ceder(2003) - A dramaturga Erica (Diane Keaton) acredita que não irá mais se apaixonar na vida, até que conhece o poderoso executivo da indústria fonográfica Harry (Jack Nicholson), por acaso namorada de sua filha, Marin (Amanda Peet). Ela se apaixona por ele, mas Harry a abandona, com medo do compromisso. Depois que Erica supera a separação, arruma um garotão lindo, o médico Julian (Keanu Reeves), e faz sucesso na Broadway, cai a ficha de Harry e ele a procura em meio a uma viagem romântica a Paris.

Amor À Segunda Vista (2002) - A competente advogada ambiental Lucy (Sandra Bullock) faz tudo para o seu chefe, o riquíssimo e mimado George (Hugh Grant): de conselhos legais até escolher as gravatas dele. Só que ela está farta de ser a babá de George e pede demissão. Sem ela, George fica perdido e vai tentar dissuadi-la da ideia de se demitir. Até que uma reviravolta nos negócios de George o faz enxergar que Luy pode ser mais do que uma simples conselheira.

A Proposta (2009) - A editora Margaret (Sandra Bullock), canadense, precisa urgente se casar com um americano senão será deportada. Ela elege o fiel (capacho?) assistente, Andrew (Ryan Reynolds), para a tarefa, em troca de uma promoção e da publicação do livro dele. Para convencer o agente da imigração, eles partem para o Alasca, onde a família dele mora, e lá pretendem contar que estão noivos. A família fica tão empolgada que convencem os dois de se casarem lá mesmo, no celeiro da família. Os dois realmente se apaixonam e ele, depois de um a declaração de amor comovida de de joelhos, a pede em casamento de verdade - não depois de quase matar a avó do coração com a farsa toda.

Como Perder Um Homem em 10 Dias (2003) - A jornalista Andie (Kate Hudson) deseja muito deixar as matérias fúteis de beleza e moda para trás e se embrenhar no jornalismo político e econômico. Mas, antes, sua chefe lhe propõe uma última missão: escrever um artigo sobre como perder o homem perfeito em apenas 10 dias. Ela conhece o publicitário Benjamin (Matthew McConaughey), que, por sua vez, apostou com os colegas que a conquistaria nos mesmos 10 dias - se ganhar a aposta ele leva a maior conta da agência na qual trabalha. Enquanto ela comete todos os pecados que uma mulher não pode cometer em um relacionamento, na tentativa de levar uma dispensa, ele segue aguentando. Moral da história: quando um não quer e o outro também não, pode até dar um samba do crioulo doido romântico. E é o que acontece.

Como Se Fosse a Primeira Vez (2004) - A artista plástica Lucy(Drew Barrymoore), que sofre de uma espécie de amnésia de situações recentes, conhece o biólogo boa praça Henry (Adam Sandler). Ele se apaixona por ela, que, por sua vez se encanta por ele. Mas todo o dia, quando acorda, Lucy não se lembra do que aconteceu no dia anterior, então a conquista dela por Henry é diária. Mesmo assim o biólogo não desiste e eles constroem uma linda família.

De Repente 30 (2004) - Depois de desejar ter 30 anos, a adolescente Jenna (Jennifer Garner) acorda com 30 anos e na pele de uma poderosa editora de uma revista feminina de sucesso, em Nova York. Perdida, ela vai buscar as resposta com Matt (Mark Rufallo na fase adulta), seu melhor amigo de infância. Para reverter a situação e recuperar o tempo perdido, Jenna terá de se redimir do que desejou e fez no passado e terá de aceitar o amor de Matt. Quero Ser Grande com tintas românticas.

E Se Fosse Verdade (2005) - A médica Elizabeth(Reese Whiterspoon) é um a wokaholic e não consegue se envolver com ninguém. Até que sofre um acidente grave. Sua alma volta a seu apartamento, pois ela não entende que está mais pra lá do que pra cá. Ao chegar no lugar, encontra o paisagista David (Mark Rufallo) morando em sua casa. Ele tenta ajudá-la a encontrar seu caminho, digamos, espiritual. Carne e espírito acabam se envolvendo, por mais bizarra que essa relação possa ser. E não é que dá certo?

Harry & Sally - Feitos Um Para O Outro (1989) - Sally (Meg Ryan) e Harry (Billy Cristal) se conhecem por causa de uma carona até Nova York. Após essa viagem, tornam-se amigos inseparáveis até se descobrirem apaixonados. Quer dizer, Sally descobre primeiro e fica empolgadíssima com a possibilidade de se envolver com um homem tão bom que até é seu amigo. Mas Harry, assustado, pula fora desses planos casamenteiros. Quando descobre que também ama Sally, pode ser tarde demais. Mas Hollywood tudo resolve, ainda mais ao som de um bom e sofisticado jazz.

Kate & Leopold (2001) - A analista de mercado Kate (Meg Ryan) tem sérios problemas de relacionamento com homens por causa de uma baixo auto-estima (é muito boa profissional, e sabe disso, mas como mulher e companheira não se sente segura). Na Nova York do terceiro milênio, ela irá se deparar com o homem ideal: o refinado e elegante Leopold. Só que ele vive em 1876 e por causa de um portal do tempo (um redemoinho embaixo da ponte do Brooklyn), que liga a Nova York dos anos 2000 à mesma cidade do século XIX, Leopold cai de pára-quedas nos loucos tempos modernos. Ela ficará caidinha pela elegância e o jeito culto, polido e galante de Leopold e ele, por sua vez, ficará louquinho com o vigor e a firmeza da mulher de negócios que é Kate. Paixão na certa.

Lar Doce Lar (2002) - A estilista Melanie(Reese Wihterspoon) deixou a cidadezinha onde nasceu, no sul dos Estados Unidos, e venceu na frenética Nova York. Quando é pedida em casamento pelo solteiro mais cobiçado da cidade, o filho da prefeita (Patrick Dempsey), Melanie tem que voltar às origens e pedir que o namoradinho de infância, com quem se casou - o aparentemente bronco Jake(Josh Lucas) - assine os papéis do divórcio. Essa retorno ao passado, em pleno presente, irá bagunçar as emoções da nova cosmopolita e o namoradinho de infância, que antes mascava fumo e cospia no chão, continua firme às raízes, mas usou seu talento para manipular o vidro para se transformar num promissor comerciante da região. Melanie ficará balançada entre o conforto de uma vida no interior e a aspiração de um futuro cheio de grana e louros. Vencida pela paixão na adolescente, ela voltará para os braços de Jake.

Mensagem Para Você (1998) - A livreira Kathleen (Meg Ryan) herdou da mãe uma tradicional e charmosa livraria infantil. Mas a gigante Fox Books ameaça seu pequeno e amado feudo ao abrir uma megaloja bem ao lado de seu pequeno negócio. O herdeiro da Fox Books, Joe (Tom Hanks), que tem parte da agressividade capitalista do pai, conhece Kathleen numa sala de bate-papo e passa a trocar e-mails com ela, sem saber que está prestes a arruinar o negócio da pobre moça (ela também não sabe quem é ele, já que se comunicam com pseudônimos). Até que descobrem quem é quem. Mas quando isso acontece, a paixão já fala mais alto e eles colocam de lado suas diferenças financeiras/administrativas.

O Casamento do Meu Melhor Amigo (1997) - A crítica gastronômica Julianne(Julia Roberts) recebe o convite de casamento de seu melhor amigo, o jornalista esportivo Michael (Dermot Mulroney) - que sempre arrastou uma asa para o lado dela -, e fica desolada. Isso porque só nesse momento, que o está perdendo para outra mulher, percebe que o ama. Ela vai ao casamento, na tentativa de tentar reconquistá-lo, e acaba se envolvendo numa grande confusão, porque a noiva, a doce e ingênua Kimberly (Cameron Diaz), a adora. É o único da lista no qual a heroína se dá mal, já que Michael se casa com Kimberly.

Recém-casados (2003) - Sarah(Brittany Murphy) e Tom(Ashton Kutcher) acabaram de se casar, mas a lua-de-mel na Europa é uma desgraça. Os pombinhos vive às turras até que a separação se torna inevitável. Tom, num rompante de bom senso, volta atrás e se declara novamente à mulher, que o aceita de volta (mas não depois de muita confusão).

Surpresas do Coração (1995) - Também estrelada pela rainha das comédias românticas das décadas de 80 e 90, Meg Ryan, conta a história do desencontro amoroso da doce Kate (Meg) e do seu noivo almofadinha Charlie (Timothy Hutton). Prestes a se casarem, Charlie precisa fazer uma viagem de negócios a Paris. No meio da viagem ele diz que não vai mais voltar porque se apaixonou por outra mulher. Inconformada, Kate pega um avião e vai atrás do ex-noivo. É quando conhece o ladrão de jóias Luc (Kevin Kline), um mau-humorado, mas charmoso francês, que esconde um colar na bolsa de Kate. Como tem que resgatar seu colar, Luc persegue Kate. Involuntariamente, ele irá ajudar Kate a se recompor do choque, ao ver o ex-noivo nos braços de uma belíssima francesinha. Não é preciso dizer que Kate e Luc se apaixonam e ele se redime de seus crimes para ficar com sua nova paixão.

Uma Linda Mulher (1990) - Em Hollywood, a prostituta Vivian (Julia Roberts) ganha na loteria quando atende o milionário executivo e bonitão Edward(Richard Gere). Ele propõe a ela que fique à sua disposição por uma semana, em troca de uma bolada em dinheiro. Ao lado do executivo ela irá a almoços de negócios, a um jogo de pólo e à ópera. Quando a semana chega ao fim, ela parte em busca da realização de um sonho: voltar a estudar. Mas eis que, numa limusine (cavalo?) branca, com seu guarda-chuva em riste (espada), surge o príncipe moderno para resgatar a mocinha de sua vida besta (pobre) e sem glam. Edward leva Vivian para morar com ele em Nova York. Cinderela picante dos anos 90.

Um Lugar Chamado Notthing Hill (1999) - A estrela de Hollywood Anna (Julia Roberts), durante as filmagens de seu novo longa em Londres, conhece o vendedor de livros William (Hugh Grant). Ele, que não faz a menor ideia de quem ela seja, pois não é expert em temas hollywoodianos, a acha belíssima e a convida para sair. Ela, que acabou de levar um nada digno "pé na bunda" topa. Eles se envolvem, mas fama de Anna atrapalha o início de namoro. Ele chuta a fama dela pra longe e vai tentar reconquistá-la, em plena coletiva de imprensa do novo trabalho Anna. E o inglês de Nottinh Hill consegue o que queria: se casar, mas não com a estrela de Hollywood, simplesmente com Anna.

Vestida Para Casar (2008) - Jane (Katherine Heigl) é uma dedicada garota que organiza os casamentos de todas as amigas, das quais torna-se também madrinha (já foi de 27 delas). Apesar da grande familiaridade com o assunto, Jane parece não estar perto de realizar seu maior sonho: casar-se em grande estilo. Isso porque seu objeto de desejo, seu chefe, não a vê como uma possível inquilina de seu coração. Mas ela segue firme e forte, dando rédeas à imaginação. Até que o ácido e crítico jornalista Kevin (James Marsden) a chacoalha com um "volte a si imediatamente" e lhe dá um banho gélido de realidade, enquanto ela vê a irmã mais nova e safadinha "roubar-lhe" o chefe. Deprimida, Jane percebe que vive uma fantasia que pode nunca se realizar. Mas como ela e Kevin já trocaram farpas demais, só resta aos dois trocarem carícias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário