Páginas

domingo, abril 18, 2010

(continuação)

Disputa que vem longe

Em julho de 1982, reportagem publicada na revista Veja anunciava que o último concurso do BB tivera 1,5 milhão de inscritos para 4500 vagas. O texto ressaltava que aquele processo seletivo tornara-se "55 vezes mais seletivo do que o vestibular do Instituto Tecnológico da Aeronáutica, considerado o mais difícil do país, com uma relação de 60 candidatos por vaga".

A reportagem citava ainda um professor de física e matemática, que aproveitara a oportunidade para fazer um curso preparatório, cujas aulas recebiam cerca de dois mil alunos e aconteciam aos domingos na cervejaria Canecão. "Meu curso-temporada faz mais sucesso do que show de artistas aqui no Canecão", garantia o dono do curso.

A relação candidato-vaga desse concurso - de 333,33 - nem chega perto, no entanto, da concorrência do mais recente recorde de inscrições numa seleção pública. Falamos do último concurso do BC - Banco Central - que foi realizdo no fim do ano passado: no caaso da carreira de técnico para uma determinada área, que tinha 75 vagas, foram feitas 142.572 inscrições, o que representou 1900 candidatos por vaga.

O número de inscritos para o BB em 1982, que chamara a atenção por ser extremamente alto para os padrões da época, se assemelha à relação de vários concursos atualmente. Numa recente seleção da Petrobras, por exemplo, foram 301 candidatos por cada uma das vagas. Para a Advocacia Geral da União - AGU - por sua vez, essa relação foi de 217,17.

Nenhum comentário:

Postar um comentário