Páginas

terça-feira, abril 20, 2010

(continuação)

5. Sedução sempre renovada

Mais dia menos dia todo casal cai na cilada de atribuir à relação um certificado de garantia vitalício. E, a partir desse momento, o namoro deixa de ser aquele carro zero do qual os dois cuidavam com o maior capricho, desejavam ardentemente. Você se esquece (sempre) de fazer depilação nos dias frios. Ele para de elogiar sua produção. Você pega no pé dele por qualquer coisa. Ele não liga mais para dizer que está com saudade.

Uma batida aqui, um risquinho ali e pronto: o relacionamento está desgastado, implorando por uma revisão. E é justamente isso o que a cronista Judith Brito, autora do livro Ah! O Amor... Experiências Cotidianas da Vida a Dois (Publifolha), sugere. "Uma vez por ano, ou quando o casal sentir necessidade, deveria haver uma grande discussão da relação, na qual cada um pudesse falar livremente do que sente falta ou propor saudáveis fantasias para sair da rotina", propõe Judith.

Segundo ela, pode parecer formal demais, mas o risco oposto é simplesmente não falar e guardar para si as frustrações e mágoas, até um ponto em que não haja mais como contornar a situação de descontentamento. E os dois viram amigos ou, pior, completos estranhos.

Outra ideia de NOVA: recupere o clima de sedução deixando um clima de mistério no ar. Será mesmo que ele precisa saber que aquele seu parceiro de projetos é tão atraente quanto o Mister Bean?

Como resgatar o encantamento

• Pedir a ele uma lingerie de presente.
• Depilar a virilha de uma forma diferente.
• Escrever "Estou louca por você" com ímãs magnéticos na geladeira.
• Caprichar na produção "só" para ir jantar com ele.
• Encarar seu amor até ele perceber. Então dizer: "Você continua um gato!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário