Páginas

segunda-feira, abril 12, 2010

A diversidade de opiniões - por dentro do globo

A pluralidade de opiniões é fetejada em qualquer democracia, mas a elegância é fundamental. Este é o mote que inspira a seção de cartas dos leitores do Globo, que acolhe as manifestações, reclamações e denúncias sobre os diferentes temas da atualidade. Neste período pré-eleitoral, em que a política acirra os ânimos, alguns assuntos tiram os leitores do sério.

Foi este o caso semana passada, no lançamento do PAC-2 antes da conclusão da primeira etapa do programa: o jornal recebeu 150 comentários condenando o governo federal. A irritação dos leitores foi ainda maior na época do lançamento do Programa Nacional de Direitos Humanos, quando a seção de cartas recebeu mais de 200 e-mails com críticas ao governo.

- Os leitores, em sua totalidade, criticam o governo federal, não me deixando opção senão dar a maior parte do espaço para esses comentários. Não é o ideal, já que a seção busca a diversidade de opiniões - afirma Antonietta Ramos, editora da seção.

Cada vez que isso acontece, no dia seguinte leitores mandam cartas criticando o jornal, cobrando a imparcialidade, nem sempre com a elegância requerida à expressão de opinião. Toda vez que xingamentos substituem as ideias, o jornal opta não publicar a carta.

- Por que, no dia anterior, ninguém enviou um comentário em defesa do governo federal? Estamos no ano eleitoral e nosso desejo, sempre, é o de ter na seção uma tribuna democrática, com debates e não com ofensas - explica Antonietta.

Requisito básico para ter a opinião publicada é fornecer endereço e telefone, para contatos eventuais no caso de dúvidas sobre o texto. Por motivos os mais variados, alguns leitores recusam-se a fornecer as suas coordenadas e ficam mais irritados ainda quando não veem o seu texto no jornal.

Divergências são saudáveis e tornam o jornalismo mais interessante. São sempre bem recebidos os comentários dos leitores que discordam do tom de uma cobertura ou da edição das cartas, desde que se mantenha a elegância.

Nenhum comentário:

Postar um comentário