Páginas

domingo, abril 11, 2010

Festival deverá ser em outubro, na cidade paulista com mania de grandeza

Woodstock ganhará uma versão "Itu"
- Lívia Brandão

Se o Rock in Rio foi para Lisboa e Madri, por que não trazer para o Brasil o festival de Woodstock? A ideia que vem sendo negociada há mais de três anos por um grupo de produtores e investidores, aparentemente, teria acabado de ser fechado e, no lugar da original Bethel (nos arredores de Woodstock, no estado de Nova York) entra Itu, aquela cidade com mania de grandeza no interior de São Paulo. As datas também já existiriam: dias 8, 9 e 10 de outubro.

No entanto, apesar do burburinho que o festival já causa na rede, informçãoes consolidadas só deverão ser divulgadas em 30 dias, de acordo com Eduardo Fischer, um dos produtores do evento que evoca o espírito de paz e amor - e vai adicionar a tão falada sustentabilidade à equação - propagado pelo festival.

Outra produtora envolvida na operação, a brasileira Ana Luisa Anjos - que trabalhou em edições anteriores do Rock in Rio e tem como sócia Jennifer Roberts, herdeira de John Roberts, um dos financiadores dos eventos em 1969 e, atualmente, uma das donas da marca Woodstock - também confirma o acerto, após dois anos de negociações. Em setembro do ano passado, ela e jennifer chegaram a anunciar ao Globo que o Woodstock brasileiro iria acontecer em set/2010, mas no Autódromo de Intergalos, em São Paulo.

A produtora de Eduardo Fischer foi responsável pelo festival Maquinaria, que levou bandas como Panic" At the Disco, Jane´s Addiction e Fait no More para São Paulo, em nov/2009. Segundo o site da All Access Media, outra produtora associada ao festival, são cogitados nomes como Foo Fighters, Bob Dylan, Smashing Pumpkings, Rage Against the Machine, Pearl Jam, Limp Bizkit, Linkin Park e Green Day.

Nenhum comentário:

Postar um comentário