Páginas

segunda-feira, abril 19, 2010

Liberte-se das emoções negativas: Graziella Marraccini

Para começar a compreender como isso funciona é necessário fazer uma pequena introdução. Eu sempre tenho por base o ensinamento hermético: Deus é mente, o universo é mental. As outras 7 Leis Herméticas são simplesmente uma conseqüência da primeira, que permanece no embasamento do pensamento holístico do homem integrado com o TODO.

Sem esse pensamento, não chegamos a lugar algum e continuaremos a procurar a solução de nossos problemas no mundo exterior e não no mundo interior. Então, se o universo é mental (energia gerada pela mente) nós, microcosmo que somos, também somos seres mentais!

A astrologia se baseia neste pensamento holístico para analisar a pessoa não somente com base na sua hereditariedade ou DNA, mas também em função do ambiente com o qual ela se integra e com o qual ela interage, pois é desta integração que provém sua energia.

O pensamento do astrólogo que faz uma análise de astromedicina (ou astrologia médica) não se baseia na conclusão pura e simples de que a patologia eventual relacionada com o signo deverá se manifestar. Não, nós não deveríamos ficar doentes! A doença não deveria existir, pois ela se manifesta somente quando existe um desequilíbrio energético no corpo.

Por isso, se considerarmos que a energia provém da mente, ao reestabelecermos o fluxo energético interrompido pelas emoções negativas (lembranças, traumas, fobias, etc.) podemos recuperar nosso bem-estar e nossa saúde. Energia recuperada = dor afastada! Parece mágica, mas não é.

A técnica de TLE recupera o fluxo energético interrompido, afastando a reação negativa que causa a dor. Ou seja, ela não retira a memória do fato negativo, mas interrompe a informação negativa que causa a dor, entenderam? Eu mesma apliquei a TLE numa amiga que havia sofrido um trauma na mão após uma queda numa escada rolante. Uma dilaceração severa havia mutilado um dedo da mão provocando várias intervenções cirúrgicas, sessões de fisioterapias e muitos meses de sofrimento.

A dor persistia e a incomodava apesar dos médicos afirmarem que a mão estava curada. Aconselhei-a a aplicar a TLE. Desde a primeira sessão ela pode constatar um alívio imediato e me declarou que 'podia lembrar o acidente sem sentir dor', ou seja, sem que lembrança traumática lhe 'transmitisse' a dor dilacerante sofrida no momento do acidente. É isso que acontece com essa terapia maravilhosa!


Para a visão do terapeuta holístico, a doença e a dor são principalmente causados pela 'interrupção do fluxo energético'.

O ser humano, apesar de nascer com um potencial hereditário e genético determinado, não irá necessariamente desenvolver 'todas' as doenças indicadas, simplesmente porque ele pode interagir com o meio-ambiente usando o poder de sua mente!

Um ser humano equilibrado, com seu corpo físico, anímico e mental em estado ideal, não deveria ficar doente! Pois é, dirão vocês, mas isso quase nunca acontece, pois nós não temos as condições ideais de sobrevivência e somos influenciados principalmente por nossas emoções.

Se não temos amor, se temos baixa auto-estima, ou se temos problemas profissionais, os manifestamos através das dores e das doenças. Por essa razão é importante fazer também um diagnóstico sobre a origem da dor ou da doença. Até mesmo um acidente (como aquele que mencionei) tem uma origem numa emoção negativa! Duvidam? Se você machuca o joelho ao jogar tênis, pode procurar em sua mente a razão disso e a encontrará certamente na sua falta de flexibilidade e na dificuldade de ceder diante de uma situação difícil.


Vocês já repararam que até mesmo pessoas que possuem muito conforto material ficam doentes? Então, não é suficiente pagar os melhores hospitais e ir aos melhores médicos para ter uma vida saudável e feliz? Eu tenho amigos que passam dias e dias em peregrinações infindáveis consultando médicos especialistas para se livrarem de dores e doenças e no entanto continuam a viver com o sofrimento e a dor.

Suportados e apoiados nos remédios mais modernos (e caros) essas pessoas se tornam dependentes do próprio estado de 'estar doente'. Às vezes, penso que essa patologia é a verdadeira doença! Existem pessoas que fazem da doença uma muleta, um instrumento de chantagem familiar, porém, não é disso que vamos tratar hoje.

Não, queridos, para viver bem e ter uma vida saudável nossa energia precisa estar equilibrada e a energia é gerada em nosso cérebro. "Mens sana em corpore sano": esse é o lema. Não esqueçamos que nossas doenças se originam na nossa mente: ela é a verdadeira causa de nossos desequilíbrios orgânicos ou psíquicos.


No livro "A Biologia da Crença" Bruce H. Lipton afirma: "A física newtoniana, tão elegante e segura para nosso raciocínio hiper-racional, não explica sequer os mecanismos do corpo humano em detalhes, quanto mais os do universo!

A ciência avança a cada dia, mas ainda conhece muito pouco sobre os organismos." Em minha opinião, podemos considerar a astrologia como a 'ciência do futuro' pois com sua visão holística, do homem integrado ao TODO, ela consegue fazer um diagnóstico abrangente e seguro sobre a personalidade do indivíduo e seu potencial de vida.

Com uma boa analise astrológica, a pessoa se encaminha para viver uma vida mais saudável e integrada.

Com a análise de astromedicina, o terapeuta lança mão de vários instrumentos auxiliares, entre os quais não devemos esquecer a meditação, o alinhamento dos chakras, a yoga, o reiki, o do-in, o shiatsu e a acupuntura, que têm como finalidade melhorar o campo energético do corpo.

Em nossa visão ocidental esquecemos-nos muito facilmente desta integração, pois ainda estamos influenciados pela visão evolucionista de Darwin e pelas leis de Newton. No entanto, aos poucos integramos ao nosso conhecimento ocidental não somente essas ferramentas integrativas orientais, mas também a medicina homeopática, a terapia floral, a cura energética!

Como se explicariam então as curas à distância?


Sabemos que já foram feitas pesquisas sobre a cura de pacientes que receberam orações à distância e sem o seu conhecimento! E o efeito 'placebo'? Fruto da mente? Sim, eu creio firmemente que a mente seja capaz de gerar a energia da sua própria cura, do mesmo modo que ela gera as suas próprias doenças.


A meu ver o homem não se resume a um corpo 'mecânico', e o bom funcionamento do organismo é em parte relacionado ao psiquismo e este fato não pode ser ignorado. A astrologia relaciona as patologias aos signos do Zodíaco, indicando em quais órgãos as doenças tem mais probabilidade de se manifestarem.

O temperamento indica as tendências gerais de uma pessoa e é esse temperamento que indicará também as inclinações no plano psicológico e no plano da saúde. No entanto, mesmo definindo a que grupo a pessoa pertence, não devemos esquecer que as doenças não se manifestarão necessariamente, já que cada indivíduo permanece único em suas possibilidades de evitá-las. Vou dar um exemplo: posso dizer que a personalidade de um ser humano, portanto, seu temperamento, o predispõe a um determinado tipo de doença, no entanto isso não quer dizer que essa pessoa irá 'necessariamente' manifestar esse tipo de doença! Espero que isso fique claro, pois caso contrário nos acharíamos acorrentados num raciocínio falso do tipo: eu sou taurino, portanto, sempre terei dores de garganta! Não, não é necessariamente isso.

O que a astro-medicina diz para o taurino é que ele tem uma propensão a manifestar as patologias na garganta porque este é seu ponto frágil no organismo, porém, ele pode evitar essa patologia, seja não se expondo à friagem (por exemplo), seja não falando o que não deve! Ou seja, a manifestação da doença está nas mãos dele, ou melhor, no cérebro dele!


A astrologia faz as seguintes homologias:

1º - Áries/Libra = Sistema nervoso encefálico/sistema renal.
2º - Touro/Escorpião = Sistema glandular e tireódico/sistema genito-urinário e naso faringeo.
3º - Gêmeos/Sagitário = Sistema respiratório e braços/sistema muscular e cardíaco.
4º - Câncer/Capricórnio = Sistema gástrico e digestivo/sistema cutâneo, mucoso e celular.
5º - Leão/Aquário - Sistema circulatório cardíaco/sistema sanguineo
6º - Virgem/Peixes - Sistema assimilativo (intestino)/sistema fibro-ligamentoso, sinovial e respiratório.


Essa classificação pode nos dar uma idéia das nossas deficiências orgânicas, ou seja, das nossas eventuais patologias e onde irão se manifestar as eventuais dores e doenças. No entanto, cada indivíduo é único e numa analise astrológica não são levados em conta somente o signo solar e os aspectos do Sol, mas também o signo ascendente, o regente do ascendente, o planeta no ascendente, o signo lunar (psiquismo) e também, posição de Saturno (doenças crônicas e envelhecimento), Marte (acidentes e vigor) e também Mercúrio, este ultimo sendo muito importante para determinar a capacidade mental do individuo, seu raciocínio.

A síntese desse 'quebra-cabeça' será feita por um profissional experiente e competente, mas, sobretudo, generoso! E, por último saliento que o terapeuta holístico que utiliza as terapias baseadas no fluxo energético do corpo não deve esquecer esse fato importante: de nada adiantam as terapias se a pessoa não 'quer realmente' sarar! A meu ver, o próprio doente precisa ser o autor de sua cura, e não o médico ou o terapeuta. Se o paciente acha que a cura será conseguida somente com o remédio da farmácia ele não irá se curar!


Por isso, caros internautas que estão lendo esses artigos sobre astro-medicina, não esqueçam que se conseguirem eliminar as emoções negativas causadoras das dores, fobias e doenças, terão a mente saudável e o corpo saudável e viverão uma vida melhor e mais feliz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário