Páginas

segunda-feira, abril 12, 2010

Mulher de verdade sua, caminha, corre, passa perfume…

A mulher que sua

por Rosana Caiado em 19/01/2010

Entre todos os tipos de mulher, de regata, com os cabelos presos em nó, está a que sua. A mulher que sua carrega lenço de papel na bolsa. Pega guardanapos no balcão da lanchonete. A mulher que sua sua antes dos outros e prefere o salão com ar condicionado. A mulher que sua passa duas camadas de desodorante. A mulher que sua não deve usar franja, mas teima. A mulher que sua molha o colchonete da academia.

Na praia, mergulha mais vezes do que as que não suam. No metrô, sente as gotas de suor costas abaixo. No inverno, a mulher que sua se distancia de si. A mulher que sua queria ter nascido na Sibéria. A mulher que sua sua entre os peitos. Nas axilas. Nos sovacos das pernas. A mulher que sua é salgada. A mulher que sua não gosta de contar que sua, ainda que todos saibam. As amigas não suam. Só a mulher que sua sua.

Há homens que dizem ter preferência pela mulher que sua. Isso porque o suor, em alguns, exerce poder de atração, como se indício fosse de que a mulher está em ebulição. De todo modo, mesmo os que gostam da mulher que sua, na festa, preferem as penteadas. A mulher que sua sua na cabeça. A mulher que sua inveja a que não sua. Eu invejo a mulher que é sua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário