Páginas

sábado, maio 29, 2010

A barriguinha que faz mal à saúde

Revista Época
Marcio Atalla
é professor de Educação Física e comanda o BemStar no canal GNT.

Envie suas perguntas pelo site www.epoca.com.br

O excesso de peso deixou de ser uma questão estética para se tornar um risco iminente na vida da população. Cerca de 40% dos brasileiros têm sobrepeso, porcentual que deverá aumentar ainda mais nos próximos anos. A gordura abdominal é, muitas vezes, o primeiro sinal de alerta. Como saber se o “pneuzinho” está além do recomendável e como reverter o quadro?

É verdade que gordura abdominal está relacionada a problemas cardíacos?Flávia Picardi

Sim. A circunferência abdominal aumentada está relacionada à Síndrome Metabólica, termo que se refere à associação de diversos problemas que aumentam a chance de uma pessoa desenvolver doenças cardíacas.

O sinal de alerta é o tamanho da cintura: acima de 105 centímetros em homens e acima de 88 centímetros em mulheres. Quem está acima desses valores tem o risco aumentado de ter pressão arterial alta, glicemia aumentada, colesterol e triglicerí­dios acima do recomendável. Para baixá-los, é necessário perder barriga, de preferência mudando os hábitos alimentares e fazendo exercícios regulares.

Quero saber se contar as calorias é a melhor maneira para se manter dentro do peso. Alexandro Armani

É importante conhecer os alimentos mais calóricos e gordurosos – para evitar comê-los a toda hora. Mas quem pode viver calculando cada caloria de cada pedaço de torrada ou grão de cereal? O importante é comer de forma fracionada em quantidades menores e consumir a maior quantidade de nutrientes possível. Significa variar os legumes, as verduras, as frutas e os grãos.

Nos Estados Unidos, os restaurantes fast-food são obrigados a informar a composição nutricional dos pratos. Antes, a tabela só era encontrada em embalagens de produtos industrializados. Manter-se ativo continua sendo uma forma eficiente de gastar parte das calorias.

Como faço para aumentar meu gasto de calorias durante o dia? Que atividade física me deixará mais saudável e que alimentos me ajudam nessa tarefa, sem passar fome? Paulo Longo Jr.


Passar fome está longe de ser uma forma saudável de viver. Fazer exercício também não pode ser justificativa para exagerar e comer de tudo. O equilíbrio é a palavra-chave, seja em alimentação ou atividade física. Você deve tomar três atitudes para emagrecer. Primeira, ter disposição. Decida se você realmente está convicto e se vai se esforçar para atingir seus resultados. Segunda, nutrir-se bem.

Para perder peso com saúde é preciso selecionar os alimentos que saciem a fome e nutram o corpo. Finalmente, faça exercícios: é importante movimentar o corpo de forma prazerosa e regular.

As empresas preferem contratar magros? Ocimar Lambert

Sim. Há estudos que relacionam o IMC baixo a salários mais altos. Pessoas com excesso de peso podem desenvolver doenças cardíacas. Isso pode acarretar faltas e licenças médicas, sinônimo de gastos para a empresa.


Divulgação NAS LIVRARIAS

Mais dicas sobre qualidade de vida no livro Segredos do GNT para o Seu BemStar, de Marcio Atalla (Editora Globo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário