Páginas

terça-feira, junho 01, 2010

Selo de Qualidade para Sites de Saúde

Enviado por Camila Mose em 29/05/2010

O assunto "saúde" aumenta a cada dia sua participação na internet. Muitas pessoas criaram o hábito de consultar o "Dr. Google" sobre seus sintomas, antes de consultar um médico. Estes são chamados os pacientes experts . Porém, a maioria dos sites e assuntos que são postados na internet, não possuem uma veracidade comprovada de fatos, nem uma atualização constante, dentre outros contras que transformam esse tipo de consulta perigosa por se tratar de saúde.

Esse assunto demandou diversos estudos acerca da interferência na relação médico-paciente e métodos para garantir que a informação fornecida nos sites e blogs tivesse alguma garantia para a população de veracidade.

No exterior, é utilizada uma máquina que faz a verificação desses itens, se estão corretos, se as frases estão bem dispostas etc. Porém essa realidade não se faria suficiente no Brasil, já que a maioria da população, que agora passa a ter acesso à internet, não possui um grau de escolaridade suficiente para compreender explicações complexas em termos de medicina.

Para isso, o Prof. PHD André Pereira, da Fundação Oswaldo Cruz, criou o projeto que busca certificar sites de saúde, aferindo um selo de qualidade que seria "carimbado" pela FIOCruz. Esse projeto, diferente dos realizados fora do país, teria como "avaliador" do conteúdo, além de médicos sobre os assuntos demandados, também os próprios usuários, para garantir que a acessibilidade fosse a ideal possível, focando no público classe C, D e E, frequentadores dos hospitais públicos.

Essa avaliação, seria feita dentro da sala nomeada "LAISS" Laboratório de Internet Saúde e Sociedade" financiado pela FAPERJ.

Tive o prazer de participar por um período deste projeto, fui estagiária de Comunicação em Saúde Pública da FioCruz e fui responsável por fazer buscas de conteúdo para iniciar o site que se tornará o "Pai" de todos no ramo da saúde, ele terá o subsídio do site da Fundação e terá um link direto de lá.

Infelizmente, esse projeto ainda está no seu início. Como mencionado pelo Prof André no vídeo, ele foi aprovado pela FAPERJ mas não foi aprovado pela banca da FIOCRUZ, portanto, o laboratório LAISS de encontra ainda sem atividade por tempo indeterminado.

O projeto encontra barreiras para ser financiado, por se tratar de um assunto caracterizado como " novo demais" . A banca não entende que pode ter tanta importância como nós, que acompanhamos a evolução da web, entendemos como importante.

Tuberculose e Aids seriam os assuntos para abordagem inicial desse projeto.

Para perguntas sobre o projeto, podem perguntar a mim, camilamose@gmail.com ou ao Prof. André Pereira: apereira@fiocruz.br

Link do artigo publicado pelo Prof André e outros prof.:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832008000300010&lng=pt&nrm=iso

OBS: O projeto já foi matéria de vários jornais televisivos, revistas etc.

Jornal Nacional:

Nenhum comentário:

Postar um comentário