Páginas

sábado, julho 31, 2010

Ana Paula Franzese/ Destaque para frutas e legumes: função Antioxidante

Embora o Brasil seja um grande produtor de frutas, legumes e verduras, com variedades de tipos e produzidos em diferentes regiões do país, o brasileiro ainda é um péssimo consumidor destes alimentos. A grande maioria ainda prioriza outros alimentos de inferior valor nutricional, tais como biscoitos, salgadinhos e refrigerantes.

O resultado deste hábito é o crescente número de obesos, com aumento do risco de diversas doenças relacionadas ao excesso de peso e sedentarismo. Além da falta de antioxidantes que protegem o organismo da ação destrutiva dos radicais livres.

Os radicais livres se formam durante toda nossa vida é um subproduto da nossa respiração e está ligado ao processo de envelhecimento celular e ao surgimento de doenças como o câncer. As substâncias que contribuem para o combate aos radicais livres são chamadas de antioxidantes – moléculas com carga positiva que combinadas com os radicais livres, de carga negativa, deixam-nos inofensivos.

A prática de atividade física faz aumentar a produção de radicais livres, isso não significa que quem é sedentário deixa de produzir! Produzem em menor escala!

Para combater esse efeito é indicado aumentar o consumo de alimentos com teor elevado de substâncias antioxidantes: são facilmente encontradas em frutas, legumes e verduras, principalmente (alimentos estes que estão sendo excluídos por muitos brasileiros.)

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo diário mínimo para um adulto deve ser de cinco porções, ou 400 gramas de frutas e legumes. No Brasil, a ingestão não chega a um terço destes valores.

Segundo a recente Pesquisa de Orçamentos Familiares, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), frutas, verduras e legumes correspondem a apenas 2,3% das calorias totais ingeridas pela população.

- Vitamina C: aumenta a resistência às infecções e é importante na resposta imune; atua como antioxidante hidrossolúvel geral; protege as vitaminas A e E dos processos oxidativos. É encontrada em grande quantidade nas frutas cítricas e vegetais verde escuros (laranja, limão, lima, acerola, caju, kiwi, morango, couve, brócolis, tomate, etc);

- Vitamina A: age contra os peróxidos lipídicos. É encontrada principalmente em alimentos como a cenoura, abóbora, fígado, batata doce, damasco seco, brócolis, melão;

- Betacaroteno: previne danos à membrana celular. Complementa a ação da vitamina. Encontrado em vegetais verde escuros e amarelo-alaranjados;

- Bioflavonóides: Ajudam na prevenção de tipos de câncer. São encontrados em frutas cítricas, uvas escuras ou vermelhas;

- Licopeno: Relacionado com a prevenção do câncer de próstata. É encontrada principalmente no tomate;

- Catequinas: substâncias antioxidante encontradas principalmente em frutas da família do morango, uva e chá verde (green tea);

- Ácido fenólico: aumenta a atividade enzimática. Encontrado na uva, morango, brócolis, repolho, cenoura, frutas cítricas, berinjela, tomate e grãos integrais;

- Quercetina: inibe a mutação celular, a formação de coágulos e a inflamação. Encontrada em cascas de uva e vinhos.

- Vitamina E: age contra os peróxidos lipídicos e previne danos à membrana celular. É efetivo e eficiente sob altas concentrações de oxigênio. É encontrada principalmente no germe de trigo (fonte mais importante), óleos de soja, arroz, algodão, milho e girassol, amêndoas, nozes, castanha do Pará, gema de ovo, vegetais folhosos e legumes;

Fonte: Nutririps

Nenhum comentário:

Postar um comentário