Páginas

quarta-feira, novembro 03, 2010

continuação: Jardim Botânico se mobiliza 2

Mais notícias sobre a mobilização dos moradores do Jardim Botânico pedindo segurança. Vale a pena contar aqui porque as discussões podem ser estendidas para outras partes da cidade. 

Tem quem seja a favor de segurança privada, tem que ache uma forma de milícia; tem quem defenda quebra-molas, tem que critique; tem quem apoie câmeras de vigilância, tem quem seja contra. A propósito: hoje à noite foi marcada reunião no bar Tocão da Rua Lopes Quintas.

Um  morador diz:

- Devemos fazer o "nosso arrastão". Vamos parar por 3 a 5 minutos as ruas Jardim Botânico e Faro, vamos distribuir (redes de cabelo, balas, rosas) no sinal e convidar o secretário de segurança e o comandante do batalhão para serem homenageados com o "título de moradores honorário do bairro". Só colocando o nosso bloco na rua é que sensibilizamos esse povo. Pagar imposto público e privado sabemos que não adianta.

Já o presidente da AMA JB, Alfredo Piragibe Jr., mandou mensagem com sugestões para se debater. Algumas delas:

1. Colocação de câmeras de vigilância na Rua Faro e adjacentes. Temos apenas que identificar uma empresa séria para instalação e manutenção.

2. Melhorar os quebra-molas, evitando a velocidade e diminuindo o fluxo. Minha opinião é que se o fluxo de veículo diminuir o local não fica atraente.

3. Rever o contrato da atual empresa de segurança Progresso e estudar novas proposta de empresas idôneas e que possuem registro na Polícia Federal. Poucas empresas possuem esse registro e na minha visão é um requisito fundamental.

4. Estudar a possibilidade de colocar uma guarita com cancela na subida da Rua Benjamim Batista a fim de monitorar a entrada de veiculo. Como esse item é polêmico vamos decidir em nossa reunião no dia 8/11.

5. Solicitar aos prédios que iluminem melhor suas calçadas. Muitas vezes apenas a iluminação da rua não é suficiente, colocando em risco os próprios moradores. No caso da iluminação da rua estar com defeito, informar a associação para cobrar o reparo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário