Páginas

terça-feira, novembro 16, 2010

Roupa sob medida para todas - Costança Tatsch - Destak Jornal

Novos jeans, sutiã e biquini respeitam diferentes formatos de corpo e passam no teste do provador

No cabide, o tamanho está certo. No provador, a roupa não serve.  Algumas marcas estão investindo forte para reverter isso e tentar atender Às diferenças de cada corpo.

Sutiã, biquini e jeans costumam ser as compras mais difíceis. Acredita-se que 80% das mulheres usam o sutiã errado e mais da metade prova até dez jeans para achar um que caia bem. 

A Hope aderiu ao que vem sendo chamado de Customização em Massa com o Sutiã Universal. Se o tradicional tem, em média, quatro números, o lançamento  vai do 40 ao 48, com cinco tipos de taças, oferecendo ao todo 22 combinações. Afinal, costas estreitas não significam seios pequenos e vice-versa.

No mesmo caminho vai a Levi´s, com o novo Curve ID. Depois de um ano e meio de pesquisa com 60 mil mulheres em 18 países (incluindo o Brasil) a marca criou um jeans focado na forma em lugar do tamanho. São três modelos que pretendem ficar certo nas pernas, bumbum e cintura. Para saber quem usa qual, os vendedores foram treinados para tirar as medidas das clientes. Seria, finalmente, o fim do cofrinho à mostra?

O tormento para achar o biquini certo ainda não chegou ao fim, mas há esperança. O principal foco da nova marca do estilista Amir Slama, que comandou a Rosa Chá por anos, é o caimento das peças. Ele vai até oferecer atendimento personalizsdo, com hora marcada, no qual as clientes vão poder escolher modelo, bojo, tecido e estampa de biquinis e maiôs. Depois, a equipe arquiva os moldes. É a roupa sob medida para todas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário