Páginas

quarta-feira, novembro 03, 2010

Twitter começa a testar anúncios na lista de mensagens dos usuários

O Globo

RIO - Em determinado momento do filme "A Rede Social", que estreia no Brasil em dezembro, Mark Zuckerberg, criador do Facebook, rejeita a ideia de colocar publicidade no site, porque publicidade "não é cool" e poderia afastar os internautas. 

Pois o rival Twitter está dando um passo arriscado nesta semana, ao incluir anúncios nas listas de mensagens dos usuários. O site se tornou um fenômeno social na internet em 2009, mas desde então busca formas de transformar sua popularidade em dinheiro. 

Já há algum tempo é possível comprar posições privilegiadas nos resultados das buscas e na lista de "Trending Topics" (assuntos mais comentados) do Twitter. Em ambos os casos a empresa deixa claro que aqueles links são pagos. 

Além disso, esses anúncios são discretos, pois não ocupam o espaço principal do site. Com a nova forma de publicidade, os anúncios passam a aparecer na lista de mensagens recebidas pelos usuários, quer eles sigam o anunciante ou não. 

Segundo o site AdAge , tradicionais parceiros do site como Virgin, Starbucks e Red Bull já compraram seu espaço no novo serviço. Os anúncios serão dirigidos, portanto se você fala sobre energéticos com seus amigos no Twitter ou é fã do piloto Sebastian Vettel, da RBR, poderá receber mensagens da Red Bull, mesmo sem seguir a conta da empresa. 

Para testar a melhor forma de funcionamento e a aceitação, de início os anúncios aparecerão apenas para alguns usuários do Hootsuite.com, um dos sites mais utilizados para acompanhar as mensagens do Twitter, com cerca de 900 mil internautas cadastrados. 

"Durante esse período de testes com o Hootsuite vamos fazer experiências de quando e onde os tweets promovidos devem aparecer na lista de mensagens. Nem todos os usuários do HootSuite receberão os tweets promovidos e os que receberem, podem ver as mensagens em lugares diferentes", escreveu o executivo Matt Graves no blog oficial do Twitter. 

Graves reforça que a ferramenta pretende exibir os anúncios quando forem relevantes, usando vários sinais para isso, inclusive a lista de contas que o usuários segue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário