Páginas

quarta-feira, novembro 03, 2010

Um jardim que dança/ Destak



Aclamado por onde passou, Botanica explora o tema da natureza com jogo de luzes e acrobacias

Chega hoje ao Rio o novo espetáculo do Momix, grupo conhecido por misturar dança de vanguarda, acrobacias, ilusionismo e efeitos visuais incríveis.

A nova montagem, Botanica, aclamada em seu país de origem, EUA, e também na Europa e no Chile, promete perpetuar a trajetória de sucesso da companhia de dança criada há 30 anos por Moses Pandleton, um dos mais inovadores coreógrafos dos Estados Unidos.

Duas horas de fantasia

Durante duas horas, o público será hipnotizado por dez bailarinos-acrobatas, que deslizarão pelo cenário com projeções, figurinos e adereços incríveis, e um jogo de luzes e sombras que aprofunda a relação intensa que Moses mantém com o jardim e seus elementos.

Além das plantas e animais, criaturas estranhas, como o esqueleto de um animal pré-histórico, ganham vida e dão um tom fantástico ao espetáculo.

Infância no meio do verde

O projeto resulta do envolvimento precoce do coreógrafo com a natureza. Criado em uma fazenda ao norte de Vermont, nos Estados Unidos, Pandleton já tinha explorado o tema no espetáculo Sun Flower Moon.

O espetáculo Botanica já passou por Curitiba e Ribeirão Preto e estreia hoje, no Theatro Municipal, às 20h. Amanhã e sexta-feira, as apresentações são no mesmo horário. No sábado, a apresentação será às 21h. Já no domingo estão previstas duas sessões, às 16h e às 21h. Os ingressos custam de R$ 100 a R$ 200.

Novo espetáculo foi elogiado pela crítica

O jornal inglês The Guardian definiu Botanica como um "tratamento de ervas e afrodisíaco natural contra as tristezas da vida". Já para o The New York Times, trata-se de "uma mistura ocasional de imagens maravilhosas e coreografia monótona, com uma trilha sonora new age de sons da natureza, canções e batidas ritmadas".



Luzes, imagens projetadas, figurinos e adereços 
compõem as coreografias acrobáticas do grupo
 
divulgação/ max pucciariello


Nenhum comentário:

Postar um comentário