Páginas

terça-feira, dezembro 14, 2010

Intoxicados pela Internet

No início de 2010, 14 jovens chineses, de 15 a 22 anos, revoltaram-se contra a administração da Clínica de Reabilitação onde tinham sido internados, na província de Gansu, para tratar de seu vício em jogos eletrônicos. 

Para mostrar sua insatisfação, eles simplesmente amarraram o diretor num poste e fugiram correndo. Mas, por falta de dinheiro, não foram muito longe. A polícia os deteve. De volta ao Centro de Reabilitação, eles explicaram que a razão da fuga tinha sido o tratamento brutal, a disciplina militar e a violência física a que eram submetidos para livrarem-se do vício. 

Em 2009, outro incidente semelhante num Centro de Tratamento do Sul da China terminou em tragédia: um jovem interno apanhou até morrer. Dois instrutores foram condenados a dez anos de prisão por homicídio. Casos assim tendem a se disseminar pelo país. 

De acordo com o jornal "China Daily", já existem na China cerca de 400 centros de reabilitação onde o vício em internet é tratado com a ajuda de métodos brutais como punições corporais e eletrochoques. Isto porque a chamada "dependência digital" transformou-se num dos principais problemas de saúde pública do país.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Associação Internet da Juventude Chinesa, sofrem de dependência virtual dez milhões dos 195 milhões de jovens (com menos de 25 anos de idade). O dado explica a multiplicação dos Centros de Desintoxicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário