Páginas

terça-feira, dezembro 14, 2010

A magia do natal... Transforme-se ou use todo dia o espírito do Natal

A energia do mês de Dezembro


por Lidiane de França

O mês de dezembro, em razão do Natal, é bastante especial; as pessoas aparentemente demonstram mais sensibilidade, são mais amorosas e emotivas.

Caminhando em um shopping para comprar o presente da minha amiga secreta (uma nova colega de trabalho), percebi, em cada loja em que entrei, uma energia quase mágica, uma vibração de festa, algo terno e aconchegante.

Entre todas as festividades, o Natal é o mais esperado, o mais intenso, o mais completo, conspira sutilmente para que muitas pessoas se reconciliem em volta da mesa e, por mais simples que seja a ceia na noite de Natal, é sempre prazeroso prepará-la proporcionando também a possibilidade de querer estar próximo das pessoas que mais amamos, ou as mais significativas de nossa vida.

Milhares de pessoas reservam neste período suas viagens, sua volta à cidade de origem, buscando finalmente estarem junto de seus familiares; filhos afastados dos pais, mães afastadas de seus filhos, por motivos peculiares e particulares, contando os dias impacientemente.... muitas vezes reservando mensalmente, com grande sacrifício, as quantias necessárias, ou até mesmo comprando um a um os presentes durante o ano todo, na expectativa de felicitar os seus, se tocar seu coração, de trocar um abraço, um beijo, umas lágrimas... 
Muitos podem alegar que o evento seja apenas uma desculpa para o consumismo, mas, pessoalmente, não acredito... basta observar com mais sensibilidade e perceber que frequentemente nos olhares há algo a mais e não precisamos ter uma resposta especifica, basta apenas se deixar tocar pelo encantamento que está no ar....

Tempo bom para mudanças

Os últimos Natais foram maravilhosos, mas por simplesmente achar desnecessário, deixei de me envolver com o próximo, de participar em algumas confraternizações. Este ano me encontrei em busca de transformação, procurando ser uma pessoa mais evoluída e feliz e decidi participar até de "amigos secretos", às vezes convidando as pessoas que sempre encontro no elevador do prédio onde trabalho e colegas de trabalho de outros departamentos para um almoço fraterno, e consegui realizar algo que sempre quis fazer: sentei-me nos restaurantes onde almoço diariamente, em mesas com pessoas desconhecidas, que durante todo o ano vi sentadas sozinhas... por mais careta que possa parecer. No entanto, o olhar curioso e em algumas pessoas, o sorriso aberto foi como um bálsamo para minha alma! 
O doar-se.... sem esperar nada em troca é uma atitude que poderia ser habitual, propiciando o florescer de mais uma emoção preciosa em nossa vida... exercitando, praticando o relacionamento com os outros. Afinal, não somos todos um?

Mudando nossos pensamentos e atitudes, quebrando as rotinas diárias, derrubando crenças obsoletas que não nos pertencem, nos colocando à disposição para sermos doadores de alegria e amor, estaremos vivenciando a verdadeira felicidade. Se quiser ir além, administre seu tempo para fazer uma visita surpresa àquela pessoa que está distante e muitas vezes solitária, precisando muito de um abraço, um sorriso, de sua presença.

O mundo pode ser melhor sim, se todos pudessem trazer e permanecer com o espírito do Natal no cotidiano; os pequenos e grandes problemas, não seriam capazes de nos afetar, nem por um segundo. O impossível já estaria possível e ao alcance de todos.

Sinto que mais e mais o universo a cada dia lança no ar a energia do amor e da transformação e muitas pessoas já estão se permitindo, utilizando essas ondas, enveredar-se para o verdadeiro caminho, o da expansão da consciência, da plenitude.

Que seja este mais um Natal abençoado e que a fartura e alegria possam estar presentes em cada lar deste imenso planeta. Permita-se!

Não somente neste mês, mas guarde consigo um pouco dessa doce energia e utilize-a sabiamente a cada dia do ano e no final do próximo V. terá sido contagiada(o) pela beleza plena da vida e ainda terá muitas e belas histórias para contar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário