Páginas

segunda-feira, dezembro 06, 2010

O abuso de hormônios causa danos graves

FÓRMULAS PARA PERDER PESO PODEM AFETAR FUNÇÕES DO CORAÇÃO

A automedicação da tireóide com hormônios e sem controle médico é um sério risco, alerta a endocrinologista Denise Pires de Carvalho, da UFRJ.

ANABOLIZANTES: 

"Há relatos de pessoas que insistem em consumir anabolizantes, que, entre outros efeitos adversos graves, como danos ao fígado, afeta a tireóide. Outro muito conhecido é o hormônio de crescimento, o GH, que algumas pessoas acreditam que ajuda a retardar o envelhecimento. Ele só é receitado em situações especiais, como idosos com deficiência dessa substância. 
Essa droga aumenta o risco de doença coronariana e diabetes. Há registros também de pessoas que usam isulina com o objetivo de ganhar massa muscular; isso porque esse hormônio aumenta a sintese de proteína. É um erro. 
Quem faz isso, corre o risco de sofrer uma crise de hipoglicemia e morrer. E se o indivíduo pratica exercício e injeta insulina, um hormônio muito potente, o perigo é ainda maior porque a própria atividade física estimula a captação de glicose pelo músculo".

DROGAS PARA EMAGRECER :

"Não é rato encontrar hormônios tireoidianos como T3 e T4, em fórmulas manipuladas para emagrecer e muitas vezes estão escritos em código na receita. Essa prática causa uma séri de efeitos nocivos, como arritminas. É um risco à saúde. 
O paciente com hipertireoidismo emagrece muito rapidamente, mas ao mesmo tempo perde massa muscular e massa óssea. Por outro lado, a indústria farmacêutica tem investido em análogos desses hormônios. 
Há tipos de receptores mais relacionados ao controle do peso corporal e outros mais associados ao metabolismo do colesterol. Um dos objetivos é descobrir um receptor que atue mais no tecido gorduroso e não no coração".


PAPEL DO ESTRESSE:


"Também queremos saber qual é o papel dos hormônios liberados sob estresse, como ele está alto, altera o funcionamento da glândula. Às vezes o hormônio da tireóide está normal no sangue, mas agindo de forma errada no tecido. Queremos entender melhor isso".


AVANÇOS:


"No hipertireoidismo muitos pacientes e ainda são submetidos a cirurgias com certo grau de risco. Cientistas alemães tentam desenvolver drogas antagonistas do receptor do TSH, que é o hormônio estimulante da tireoide e produzindo na hipófise. Eles estudam uma possibilidade de tentar controlar o hipertireoidismo tomando apenas uma pílula para bloquear a função da glândula. Mas ainda se trata apenas de uma pesquisa".

Nenhum comentário:

Postar um comentário