Páginas

quinta-feira, maio 19, 2011

Superproteção dos pais pode ser prejudicial ao amadurecimento das crianças

No intuito de criar os filhos com zelo, alguns pais acabam superprotegendo suas crianças. Mas será que o excesso de cuidado é benéfico para a criação delas? O clínico-geral Lucio Abonatti diz que a superproteção tem que ir até certo limite.

Segundo ele, a criança tem que se expor a determinadas situações – como um arranhão, por exemplo – para criar cautela na vida. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário