Páginas

quarta-feira, julho 13, 2011

perder DE ou perder PARA?

Professor, qual é a forma correta de falar? “O Japão perdeu PARA o Brasil” ou “O Japão perdeu DO Brasil”? Maria de Fátima P. – Florianópolis

Prezada Maria de Fátima, a tua dúvida é compartilhada por grande parte dos brasileiros. Qual é a forma correta? Não posso te dizer, pois há diferentes soluções que disputam a preferência dos falantes. 

Para mim, o Brasil ganha da Argentina, a Argentina perde para o Brasil – é assim que eu falo. No entanto, a preposição de também é muito usada com este verbo (embora não com a mesma freqüência), sendo defendida por alguns gramáticos de respeito. 

Os dicionários – o Aurélio, o Houaiss, o Dicionário de Regência de Celso Pedro Luft -, embora dediquem extensos verbetes ao perder, mantêm um curioso silêncio sobre este significado, tão corriqueiro, de “ser vencido pelo adversário”. De qualquer forma, este é um excelente exemplo para nos lembrar que as línguas humanas têm muito mais flexibilidade do que pensamos. 

Deves te acostumar à idéia de que existem milhares de verbos que admitem duas, três ou mais regências para o mesmo sentido; as escolhas que fazemos – eu, tu e o vizinho – constituem, na verdade, nossos votos neste silencioso plebiscito que se chama língua culta. 

Não sei se sabes, mas além do para e do de ainda temos a opção de usar o com, a forma preferida pelos portugueses (“O Benfica perdeu com o Atlético de Madri”). Há quem veja aí um substantivo elíptico (“O Benfica perdeu [o jogo] com o Atlético de Madri”), mas isso não faz diferença. Escolhe uma, e fica feliz. Abraço. Prof. Moreno

P.S.: Falando de confrontos esportivos, eu, particularmente, só uso o de quando se trata de escore: “o Brasil perdeu de dois a zero”; “O time perdeu de WO”.

Depois do Acordo:
freqüência > frequência
idéia > ideia

Nenhum comentário:

Postar um comentário