Páginas

segunda-feira, agosto 29, 2011

Aniversário do bondinho terá protesto por conta da tragédia

Rafael Galdo

RIO - A Associação de Moradores de Santa Teresa (Amast) está convocando para quinta-feira duas manifestações de luto por conta da morte de cinco pessoas em acidente com bondinho no sábado. A data, 1° de setembro, marca 115 anos do serviço de bondinhos. 

Segundo a presidente da associação, Elzbieta Mitkiewicz, a manifestação já estava marcada desde antes do acidente, em protesto contra as más condições do transporte. Com a tragédia, ganhou também um caráter de luto pelas vítimas. 

- A omissão do estado é que matou. Tem gente morrendo por essa omissão - disse Elzbieta.
Ela apresentou um documento no qual o Crea-RJ aprontava falhar nos sistema de freios nos VLTs, que há cerca de cinco anos funcionam nas linhas de bondes de Santa Teresa. De acordo com o Crea, havia um "grave erro" na localização do equipamento que aciona os freios, na parte lateral da estrutura dos bondes. Pelo documento, qualquer acidente com impacto poderia danificar essa estrutura, fazendo com que o veículo perdesse o freio. 

Elzbieta chamou a atenção para o fato de, em junho último, moradores do bairro terem feito uma "força-tarefa virtual" para enviar pedidos à Ouvidoria do governo do estado, cobrando o cumprimento de uma determinação judicial, de 2008, em que o estado era intimado a por 14 bondes em funcionamento nas linhas de Santa Tereza. Segundo ela, a decisão não foi cumprida. 

A primeira manifestação acontecerá às 9h, na estação do bondinho no Centro; a outra, às 19h, no Largo do Guimarães, em Santa Teresa.

© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

Nenhum comentário:

Postar um comentário