Páginas

sexta-feira, fevereiro 17, 2012

Cinco hobbies que todo homem deveria ter para se dar bem com as mulheres

postado por Alex Xavier
 
Homem cozinhando
Foto: ThinkStock

Quando espero uma mesa vagar no meu bar favorito, não resisto a observar as pessoas ao redor e ouvir conversas alheias. Fico especialmente curioso com casais em um primeiro encontro e tento adivinhar se o cara terá sorte. Uma vez, vi um sujeito fazer tudo certo, até ficar sem assunto e remendar com um truque de mágica. 

Enquanto ele picotava um guardanapo, vi o nível de interesse dela despencar. Mas me solidarizo. O coitado estava apenas agindo conforme um dos mandamentos do macho na paquera: explore suas habilidades.

Todo homem, mesmo sem saber, investe em um talento que possa ajudá-lo a parecer interessante (algo mais funcional que destruir um guardanapo, claro). Não que eles pretendam se tornar mestres no assunto ou trabalhar profissionalmente com aquilo. 

Apenas para aumentar nossas chances com vocês. Para entender de onde vem nossa motivação para alguns hobbies, conheça as cinco áreas do conhecimento que homens maduros buscam com o único intuito de se dar bem.

1-  Culinária: há algo em um homem de avental que deixa vocês arrepiadas, não? Cientes disso, os mais espertos de nós colocam as mãos na massa. Um detalhe interessante é que o cara não precisa ser um Alex Atala. Basta ter um carro-chefe, aquele prato que ele chama por aí de sua especialidade (ainda que seja a única receita que acerte). 

Só para poder dizer “Você tem que experimentar o meu risoto” e te fisgar. Quando era moleque, aprendi a fazer omelete e, por um bom tempo, me orgulhei dele. Mas omeletes não fazem nenhuma mulher se jogar em seus braços. Então apostei em molhos para massas. Não tem muito segredo, mas funcionou bem por anos.

2- Massagem terapêutica: aos vinte e poucos anos, saía com uma massagista. Não preciso dizer que eu era bem injusto quanto à divisão do tempo em que cada um de nós apertava os nervos do outro. 

Se, na época, eu fosse mais esperto, teria prestado mais atenção à técnica da moça. Assim, hoje saberia o que estou fazendo. Engano bem, mas queria ter mãos de ouro. Afinal, achar aquele nozinho chato nas costas de uma mulher é quase tão digno de aplauso quanto encontrar o ponto G dela.

3- Música: não me refiro a músicos profissionais, que compõem partituras e tocam em bares. Falo daquele sujeito que, no meio de um luau na praia, saca um violão e manda algum hit do passado que todo mundo reconhece. Esse cara nunca sonhou em ter uma banda ou gravar um disco. Ele queria as mulheres que seus ídolos levavam para o camarim. 

Um tempo atrás, um amigo começou a aprender saxofone. Sério, um trintão que nunca tocou nada comprar um sax e fazer aulas quer o quê? Estudar as raízes da música negra americana e ser um grande bluesman de nome Fat Dog Johnson? Não, ele quer ter um instrumento sexy decorando sua sala de estar.

4- Astrologia: sim, falar sobre conjunção astral está entre as cantadas mais batidas da história do cortejo, um patamar acima de perguntar o telefone do cachorrinho. Mas é impressionante como ainda rende uma conversa.

Já testemunhei várias vezes um amigo usando a tática de quem combina com quem. É apenas uma forma de fazer contato. Não precisa ser uma Susan Miller. Basta saber por alto quais são os mais encrenqueiros do zodíaco e decorar todas as características positivas referentes ao seu próprio signo. Principalmente, aquelas relativas a sexo.

5- Dança: só há duas razões para um homem fazer aulas de dança de salão. Ou ele é comprometido e foi convencido pela amada a fazer uma atividade a dois. Ou é solteiro e acha que soltar a cintura vai aproximá-lo das garotas. Uma vez, em um bar de samba-rock, chamou minha atenção um zarolho baixinho e gorducho que mandava muito bem nas pistas. Acho que ele dançou com as mulheres mais lindas da casa. E foi o sujeito mais invejado da noite.

OBSERVAÇÃO: o homem talvez queira impressionar apenas uma mulher, aquela que já está dividindo uma vida com ele e que merece ser reconquistada sempre. E para isso, também pode usar as aptidões acima citadas. Com exceção da astrologia, claro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário