Páginas

sexta-feira, maio 04, 2012

Um gesto, uma mudança e a vida


Às vezes nos acostumamos com algumas situações, com determinadas pessoas e acabamos confundindo as coisas, acabamos aceitando imposições, limites e restrições. A moda agora é mudar tudo, o certo agora é não aceitar as coisas como estão, o agradável a Deus é aquele que luta por mudanças e consegue se modificar, então aproveite, está na moda ser feliz!
Se você mudar apenas a sua maneira de fazer aquela tarefa de sempre por um instante que seja, você acaba quebrando as correntes que te prendem a esses gestos. Se você está acostumado a dizer sempre sim para os outros e esquece dos seus prazeres, da sua alegria, diga um não hoje e divirta-se com a cara de espanto dos outros quando perceberem que você é capaz de negar alguma coisa, que você é capaz de não ser apenas uma máquina, um abajur da sala e que é gente também.
Experimente não reclamar hoje e começar a fazer alguma coisa por você, pelas suas dívidas, pela sua carreira, matricule-se num curso, corte o cabelo, vá ao cinema hoje a noite, troque de lado com o parceiro, troque de hábitos, pare de roer as unhas, jogue o cigarro pela janela, diga não para os chatos, para os sugadores de sua energia, mande para os quintos todos que ainda só pensam em você na hora do aperto...
Pare com essa mania de ser bonzinho na rua, na empresa, com os amigos, seja bonzinho em casa, com sua família, com aqueles que te querem bem, largue a timidez e diga eu te amo para aquela pessoa querida, abrace mais as pessoas, solte-se, viva a vida que é curta e quer te dar só o que tem de melhor, se você não está recebendo o melhor é porque você está aceitando o mal.
Jogue fora as tranqueiras da sua vida, se preciso for jogue até aquela pessoa que ainda não entendeu que você é gente que faz, gente que merece carinho, atenção e amor, muito amor.
Ame-se e mude hoje mesmo!
(texto de Paulo Roberto Gaefke)

Nenhum comentário:

Postar um comentário