Páginas

terça-feira, julho 17, 2012

Dieta com baixo teor de açucar é mais eficiente, diz estudo

De acordo com pesquisadores, dietas de baixo índice glicêmico são as mais recomendáveis e mais fáceis de serem seguidas

REDAÇÃO ÉPOCA


Um estudo publicado nesta terça-feira (27) mostrou que dietas com baixo teor de gordura podem causar riscos à saúde e não são tão produtivas na hora de perder peso como as dietas de baixo índice de açúcar, independentemente do número de calorias.

"Descobrimos o que vai contra o dogma nutricional dominante: todas as calorias não são iguais", diz David Ludwig, um dos responsáveis do estudo realizado por pesquisadores de um hospital de Boston e publicado no "Journal of American Medical Association".

A pesquisa revelou que as dietas que reduzem o açúcar no sangue, tanto dietas de baixo índice glicêmico como as com pouco carboidrato, são muito mais efetivas na hora de perder peso, por sua melhor resposta hormonal e metabólica.

"Apesar de dietas com baixo teor de gordura serem bastante recomendadas, estas reduzem a velocidade do metabolismo para queimar calorias, geram um padrão perigoso de lipídios e resistência à insulina", dizem as conclusões da pesquisa.

Por essas razões, argumentam os cientistas, as pessoas que perderam peso com dietas de baixo teor de gordura tendem a voltar a engordar mais rápido que as que seguiram dietas que reduzem o índice de açúcar e de carboidratos.

As dietas de baixo índice glicêmico são as mais recomendáveis, normalmente vinculadas à alimentação mediterrânea (ricas em legumes, vegetais, cereais e gorduras saudáveis), já que são digeridos lentamente e ajudam a manter os níveis de açúcar e hormônios estáveis após a refeição.

No que se refere às dietas com pouco carboidrato, o estudo encontrou um aumento dos níveis de proteína c-reativa, que pode aumentar o risco de doenças coronárias. Além disso, as dietas de baixo índice de açúcar são mais fáceis de serem seguidas, pois não eliminam nenhuma categoria completa de alimentos.

O estudo foi realizado com 21 pacientes obesos, com idades entre 18 e 40 anos, que perderam até 15% de seu peso e foram submetidos aos três tipos diferentes de dieta com o mesmo número de calorias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário