Páginas

terça-feira, agosto 21, 2012

Diz um estudo...

Brasil é o segundo maior poluidor da América Latina



A ONU divulgou nesta terça-feira (21) um estudo sobre a situação das cidades na América Latina, mostrando que a região é a mais urbanizada do mundo (e que o Brasil continua um país desigual). 

O estudo aproveita e dedica um capítulo inteiro para a questão ambiental – diferente do senso comum, que pensa que as cidades estão separadas da natureza, o meio ambiente é crucial também nas áreas urbanas.

O estudo mostra que, em uma comparação entre grandes países e regiões do continente, o Brasil é o segundo maior poluidor da América Latina, atrás apenas do México. Juntas, as cidades de Brasil e México são responsáveis por mais da metade das emissões de poluentes latinoamericanas.Uma das consequências dessas emissões é a piora da qualidade do ar nas cidades. 

Segundo o relatório, apenas Belo Horizonte, entre as grandes cidades, tem baixa concentração de poluentes no ar, enquanto as outras cidades apresentam uma concentração muito maior do que a recomendada pela Organização Mundial da Saúde. 

O gráfico abaixo mostra que Fortaleza tem a maior concentração de poluentes na atmosfera entre as cidades brasileiras.



O setor do transporte é o grande culpado pela alta concentração de poluentes no ar, já que 38% da poluição emitida na América Latina sai do escapamento de carros, ônibus e caminhões. Mas essa pode ser também uma parte da solução. 

Isso porque o relatório constata uma baixa participação do transporte público nas cidades latinoamericanas. Expandir o transporte coletivo, que emite menos do que meios de transporte particulares, pode diminuir consideravelmente os altos índices de poluição urbana.

Confira o estudo na íntegra, em espanhol: Estado de las ciudades de América Latina y el Caribe en 2012

(Bruno Calixto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário