Páginas

quarta-feira, outubro 24, 2012

Comendo Fora de Casa: 14 Dicas Para Diabéticos

 


Um dos maiores problemas de quem quer se manter saudável se apresenta assim que se coloca o pé para fora de casa: Comer fora de casa, muitas vezes não sabemos o que fazer com tantas opções.

A vantagem de aprender a comer é justamente poder ter uma vida social sabendo fazer as escolhas certas e ter liberdade nutricional, sem afetar sua saúde.

As pessoas com Diabetes, por insegurança ou mesmo desconhecimento, passam dificuldades quando existe a necessidade de sair da rotina, principalmente as que seguem um plano alimentar, onde está determinado o que se deve comer, quando e em qual quantidade.

O Nutricionista responsável pelo paciente deve mostrar como é possível adaptar esse plano alimentar em diversas situações, como: viagens, passeios, jantares ou qualquer outro evento social que a alimentação seja realizada fora de casa.

Portanto, comer fora de casa passa a ser uma das grandes preocupações dos diabéticos. Agora, para se manter na linha e conseguir realizar refeições saudáveis na rua é importante aprender alguns pontos:

1 – Lembre-se de não ficar muito tempo sem comer, evitando episódios de hipoglicemia. Tenha sempre com você alimentos práticos: Barrinha de Cereal, fruta frescas ou secas, sachês de mel, suco de caixinha, biscoito integral;
2 – Fracione as refeições a cada 3 horas, realizando no mínimo 6 refeições/dia;
3 – Beba bastante água durante o dia, ela auxilia no controle da glicemia e mantém o corpo hidratado;
4 – Em restaurantes e lanchonetes, leia atentamente o cardápio, prestando atenção nos ingredientes usados nas preparações do prato e escolha a melhor opção;
5 – Em pizzarias, escolha pizzas que levem verduras e legumes, como escarola, rúcula, cogumelos,tomate, vegetariana e opte por massa fina e borda sem recheio;
6 – Para acompanhar massas, prefira os molhos ao sugo, bolonhesa ou com manjericão. Evite as massas recheadas (lasanha, caneloni, rondeli) e molho branco ou de manteiga.
7 – Alguns ingredientes deixam suas refeições mais calóricas, tente evitá-los: bacon, maionese, molhos cremosos, creme de leite, frituras, chantilly e queijos amarelos;
8 – Comece sempre pelas saladas, dando preferência a folhas e legumes. Eles enchem o prato e o estômago, dando sensação de saciedade mais rápido, com poucas calorias;
9 – Preste atenção na porção oferecida, caso seja maior do que o recomendado divida o prato com alguém ou leve para casa o restante;
10 – Restaurantes a quilo têm a vantagem de oferecer pratos variados e permitir escolhas menos calóricas. Acostume-se a dar uma olhada geral antes de entrar na fila;
11 – Verduras refogadas, como couve e espinafre, são ótimas opções, desde que não sejam preparadas com bacon ou estejam “nadando” em óleo;
12 – Infelizmente, a maioria desses restaurantes só serve doces na sobremesa. Se não houver nada diet, isento de açúcar e pouca gordura, passe direto.
13 – Se possível, mantenha frutas na geladeira de seu local de trabalho. Doces dietéticos podem ser usados com moderação;
14 – Em casa ou no trabalho, tenha sempre opções saudáveis e pouco calóricas na geladeira. Evite alimentos gordurosos ou pouco nutritivos;
Camila Cialdini Faria Nutricionista Clínica CRN 9: 9661 Especialidade em Diabetes – Centro de Diabetes de Belo Horizonte Educadora em Diabetes - ADJ Personal Diet - NTR Gastronomia - IGA nutricionista@farmaciadocevida.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário