Páginas

quinta-feira, julho 11, 2013

HUMOR AJUDA A FIXAR DICAS PARA VENDER MAIS

O bom humor e a representação de cenas que ocorrem no cotidiano das empresas são os ingredientes que Gustavo Becker emprega na tentativa de fazer diferente no processo de orientar sobre vendas. 

Essa foi a fórmula empregada durante sua palestra de lançamento do "Conexão Empresarial 2013". Ela foi promovida em parceria com o Sebrae e Programa Empreender, que dá suporte aos núcleos setoriais da Acic.

O tema apresentado por Gustavo foi "Seis maneiras incríveis de vender mais e melhor". O conferencista informou sobre os problemas que a burocracia cria no atendimento e nas vendas. Em uma época de informação instantânea e busca rápida de soluções, a demora e a criação de obstáculos que poderiam não existir atrapalha o processo de vendas e gera reclamações. O lado positivo da reclamação, conforme ele, é que esse consumidor tem interesse em continuar cliente daquela empresa.

Um dado mostra a importância de atualizar e de tornar o atendimento e o processo de venda facilitado. Quem não gostou de alguma coisa vai espalhar a informação para em média 12 pessoas, enquanto que quem aprovou, repetirá o procedimento para apenas 4.

O sorriso é uma ferramenta importante no processo de vender

No entanto, ela é empregada timidamente:

60% não sorriem;

35% são indiferentes;


5% costumam utilizar o sorriso para abrir portas e facilitar uma negociação;

"Quem sorri, jamais será pobre", garantiu Gustavo. Uma dica preciosa, conforme o palestrante, é combater o vendedor monossilábico, aquele que só responde o estritamente necessário. 

Exemplo: Tem camisa de seda azul escura? E ele responde apenas um sonoro "Tem”. 

Gustavo também informou sobre o que o cliente compra, que são essencialmente os benefícios que o produto oferece. Afirmou também que 80% das vendas da empresa são feitas por apenas 20% dos vendedores e esses precisam ser valorizados. A arte de vender, prosseguiu, está associada a mostrar, provocar desejo e necessidade e estimular a decisão da compra. 

Outra regra importante, disse Gustavo Becker, é estar atento aos sinais que o corpo emite. A expressão corporal representa 55% de uma mensagem, o tom de voz 38% e as palavras, apenas 7%. Empresários e colaboradores presentes à palestra também foram informados que todos, independentemente da função e do cargo, são vendedores.

Por isso, afirmou, essa é uma prática que precisa ser continuamente aperfeiçoada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário