Páginas

sábado, outubro 12, 2013

TINDER: mania entre os solteiros cariocas - Quintino Gomes



Já se foi o tempo que ser solteiro no Rio de Janeiro era ir de bar em bar, a tecnologia facilitou bastante a arte da pegação. Agora basta um click em um aplicativo para celular que virou mania entre os solteiros cariocas, o Tinder, que já ganhou um apelido, Tin. o Tinder veio para viabilizar a pegação (frase de uma usuária). 

Esse app, que existe para iPhone e Android, utiliza seus dados do Facebook, primeiro nome, cinco fotos e amigos e páginas em comum com outro usuário do Tinder. E aí você curte ou não cada foto, que aparecem pela distância geográfica, como em um grande supermercado da paquera,  se a outra pessoa também te curtiu é só partir para um bate papo pelo app e decidir se vale a pena ou não.

E funciona e é com bastante gente bonita que não teria problema nenhum de conhecer alguém na night. Ontem durante o YOUpix aproveitei para conversar com os solteiros sobre o aplicativo (estou em uma relação monogâmica e estável tem quase 10 anos, até instalei o Tinder para ver como era mas a namorada me fez apagar na hora) e eram vários os casos de sucesso.

Há desde alguém que passou dos 30 que conheceu a atual namorada via o Tin, até uma jovem de 27 anos que tem taxa de aproveitamento de 100%, dos 6 que resolveu conhecer, os 6 valiam a pena. Já outra foi conhecer 4 e só ficou com 2, sendo que um dos que preferiu manter distância era um tanto perigoso mas isso poderia acontecer no bar também, o ideal é sempre tentar ir a um lugar público.
Fonte: Diário do Rio de Janeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário